O que é uma Landing Page e como funciona?

Uma landing page, ou uma “página de destino”, é uma página web criada especificamente para um determinado propósito de marketing. É uma página tipicamente mais simples e mais sucinta do que um website comum (que possui várias páginas com diversos conteúdos e ligações), tendo menos elementos do que uma página tradicional e focando-se, apenas, num objetivo específico.

Integradas numa estratégia de marketing digital, as landing pages servem, geralmente, dois objetivos bem definidos: por um lado, a geração de leads (de novas oportunidades de negócio, de potenciais clientes) e, por outro, a conversão em vendas.  

Quando existe um desejo de que os utilizadores realizem uma determinada ação, certos textos, imagens ou menus de um website normal podem tornar-se acessórios. Assim, o facto de as landing pages conterem menos elementos faz com que os visitantes não se distraiam com informação desnecessária e executem, mais facilmente, a ação desejada.

Por vezes, as empresas direcionam as suas campanhas – de e-mail, nas redes sociais ou nos motores de busca, por exemplo – para a homepage dos seus websites, o que pode ser uma oportunidade perdida. As homepages são, normalmente, demasiado genéricas e com muita informação, podendo levar os visitantes a abandonarem o site sem sequer visitarem outras páginas. Direcionar os utilizadores para uma landing page customizada pode aumentar a probabilidade de converter o tráfego do site em clientes.

Isso acontece porque as landing pages estão focadas em conteúdos mais específicos e que devem estar em concordância com os anúncios ou publicações nos quais as pessoas clicaram para chegar até elas.

Assim, os principais elementos que devem estar presentes numa landing page são: 

1 – A Oferta: conheça o seu público-alvo e aquilo que pode ser mais relevante para ele, incluindo uma oferta que seja suficientemente atrativa ao ponto de os visitantes converterem ou deixarem os seus dados pessoais.  

2 – Um Título: deixe claro qual é o conteúdo da página de forma a que as pessoas fiquem interessadas, usando um título apelativo, simples, compreensível e suficientemente esclarecedor. 

3 – Um CTA: os call to action são aqueles botões que incitam as pessoas a realizarem uma determinada ação como subscrever uma newsletter, agendar uma reunião, aceder a produtos exclusivos, descarregar conteúdos, entre outras. 

4 – Uma Descrição: deve transmitir, de forma breve, clara e informativa, qual é a oferta e quais os benefícios que os utilizadores podem obter dela. 

5 – Conteúdos visuais: ajudam a complementar o título e a descrição da landing page de forma mais atrativa e efetiva, sendo um auxílio importante à conversão. 

6 – Um formulário: são um aspeto crucial numa landing page uma vez que é através deles que os visitantes deixam as suas informações pessoais (nome, e-mail, telefone ou outros dados) e a partir daí que se convertem em potenciais clientes.  

O que torna as landing pages tão importantes é o facto de, uma vez recolhidos os dados pessoais dos potenciais clientes, poder começar a “nutrir” a relação da sua empresa com estes através de comunicações relevantes e personalizadas. Deste modo, o desenvolvimento de landing pages revela-se uma estratégia determinante quando o objetivo é atrair novos clientes online. 

Caso pretenda saber mais sobre como funcionam as landing pages não hesite em contactar-nos! 

%d bloggers like this: