Programas de Fidelização de Clientes: Exemplos e Vantagens

Atualmente vivemos num contexto no qual temos à nossa disposição uma quantidade quase ilimitada de opções quando pretendemos adquirir um produto ou serviço. Ao mesmo tempo que pode tornar-se um desafio para os clientes decidirem o que escolher, a dificuldade do lado dos comerciantes é conseguirem manter a sua oferta relevante e destacarem-se face à concorrência. 

Paralelamente, a generalidade das empresas constata que é muito mais difícil e mais caro adquirir um novo cliente do que manter um cliente já existente. Por essa razão é crucial que as marcas consigam garantir que os seus clientes estão satisfeitos ao ponto de se manterem fiéis e de continuarem a preferir os seus produtos/serviços em detrimento dos da  concorrência. 

Uma estratégia que muitas empresas têm adotado com o objetivo de fomentarem a lealdade dos seus clientes e de aumentarem a sua frequência de compra está relacionada com os chamados programas de fidelização. Um programa de fidelização tem o propósito de incentivar o consumidor a comprar várias vezes em troca de um determinado benefício oferecido pela empresa. Esse benefício pode ser um desconto numa compra futura, o acesso a prémios ou ofertas exclusivas, entre outros. 

Os programas de fidelização são amplamente usados por empresas de diferentes áreas de negócio. Em Portugal temos, por exemplo, o caso da TAP, que oferece descontos às pessoas que vão acumulando milhas, do Continente, que permite acumular um valor em cartão para descontar em compras futuras, ou da Prozis, que oferece pontos que podem ser trocados por diversas ofertas. Estes programas são também muito comuns em áreas como a restauração ou a estética, por exemplo. Todas estas ações possibilitam a criação de uma relação mais duradoura entre o consumidor e a marca, convertendo clientes pontuais em clientes mais recorrentes.

Vantagens dos Programas de Fidelização

  • Aumento do retorno: um cliente fiel que já tenha confiança na empresa está mais propenso a gastar mais.
  • Crescimento nas vendas: na expectativa de terem acesso aos benefícios, os clientes realizam compras mais frequentes.
  • Novos clientes: quando os clientes estão satisfeitos com uma determinada marca tendem a partilhar a sua experiência positiva com os seus amigos (e costuma dizer-se que a melhor publicidade é o “boca a boca”). Além disso, muitas empresas baseiam a sua estratégia de fidelização em programas de recomendação de novos clientes, o que também contribui para o surgimento do novos clientes. 
  • Diferenciação em relação à concorrência: um programa de fidelização aproxima o cliente da empresa, que desenvolve a ideia de que esta lhe traz mais vantagens do que as restantes. 
  • Custo reduzido: uma estratégia de fidelização é geralmente de fácil implementação e mais barata do que outras ações de marketing cujo objetivo seja atrair novos clientes. 

Ideias para Programas de Fidelização

1 – Sistema de pontos: é a estratégia mais comum, na qual os clientes vão ganhando pontos à medida que vão fazendo compras e que podem, posteriormente, trocar por um desconto ou por uma oferta especial. 

2 – Parcerias com outras marcas: podem ser uma boa opção quando pretende oferecer benefícios que geram valor para o cliente mas que vão além daquilo que a sua empresa pode oferecer. Por exemplo, imaginando que tem uma loja de roupa desportiva, pode criar uma parceria com um ginásio que ofereça um mês de livre-trânsito aos seus clientes. 

3 – Jogos e desafios: os programas de fidelização podem ter como base um concurso ou passatempo, o que pode tornar o processo de compra mais divertido e envolvente. 

Criar um programa de fidelização pode ser uma forma relevante de manter a lealdade dos clientes e de gerar valor de forma consistente ao longo do tempo. Não hesite em contactar-nos caso pretenda desenvolver uma estratégia de fidelização para a sua empresa!

%d bloggers like this: