Responsabilidade Social Corporativa: mais do que uma Estratégia de Marketing

Parece indiscutível que a opinião que o público desenvolve sobre uma empresa é um fator determinante para o seu sucesso. Um dos elementos que contribui, geralmente, para a formação de uma opinião positiva sobre uma determinada organização é o seu envolvimento em ações de responsabilidade social.

A responsabilidade social corporativa (RSC) consiste em adotar um conjunto de práticas que tenham um impacto positivo na comunidade envolvente em termos sociais, económicos ou ambientais. Trata-se de procurar que a conduta da empresa demonstre, de maneira geral e concertada, alguma preocupação com o impacto que a sua atividade tem nos clientes, nos colaboradores, nos restantes stakeholders, nas comunidades locais, no ambiente e na sociedade em geral.

Exemplos de ações de RSC: 

A responsabilidade social corporativa pode ser levada a cabo de diferentes formas:

  • Redução do impacto ambiental: independentemente da dimensão das empresas, estas têm sempre algum impacto no meio ambiente. Qualquer esforço no sentido de reduzir este impacto (a chamada pegada de carbono) será considerado positivo tanto para a organização como para a sociedade. 
  • Filantropia: consiste em doar dinheiro, bens ou serviços que possam ser úteis a determinadas causas sociais, humanitárias ou associações sem fins lucrativos, por exemplo. 
  • Ética laboral: as empresas também demonstram a sua responsabilidade social ao tratarem os seus colaboradores com justiça, ética e equidade.
  • Voluntariado: participar em ações de voluntariado que tenham um impacto positivo junto da comunidade revela um compromisso da organização com o meio envolvente. 

Benefícios: 

Como é possível perceber, a responsabilidade social corporativa traz consigo vantagens  relevantes para as empresas. A principal prende-se com o facto de contribuir para uma melhoria da imagem, notoriedade e reputação organizacionais. As práticas de responsabilidade social acabam, eventualmente, por ser uma forma de divulgação da empresa sem existir um investimento direto em publicidade. 

Paralelamente, podem ter um contributo importante para o aumento da motivação dos colaboradores e para uma maior capacidade de atrair profissionais, parceiros, etc. 

Mais do que uma estratégia de Marketing: 

Embora se possa entender que a responsabilidade social corporativa anda de mãos dadas com o marketing, classificá-la simplesmente como uma estratégia de marketing seria demasiado redutor. Apesar de estas ações contribuirem para melhorar a imagem da empresa e aumentar o envolvimento de todos os stakeholders com a organização, estes não devem ser os objetivos pelos quais se assume um compromisso com uma política de responsabilidade social.

As práticas de responsabilidade social corporativa devem ser genuínas e autênticas. Se o motivo para a sua execução for apenas uma questão de marketing estas acabarão por ficar aquém do seu verdadeiro potencial. Trata-se de fazer o que está certo, não apenas pelos resultados que daí podem advir, mas porque esses valores estão efetivamente enraizados na cultural organizacional. Apenas dessa forma a empresa irá transmitir credibilidade e confiança.

Um programa consistente de responsabilidade social corporativa é uma oportunidade para as empresas se destacarem, não só junto do seu público-alvo como de toda a comunidade. Podemos ajudá-lo a desenvolver uma estratégia relevante de responsabilidade social para a sua empresa. Não hesite em contactar-nos!

%d bloggers like this: