Tendências para e-Commerce 2021

O e-Commerce é o ato de vender e comprar online e vamos apresentar as tendências 2021 para os consumidores.

Como sabemos o vírus Covid-19 veio alterar quase todos os cenários da vida que conhecíamos. Afetou a economia, a política e a integração social da população mundial. Deste modo, ao ficamos confinados e privados de atividades comuns os consumidores voltaram-se para as compras online, ou seja, para o e-Commerce.

Houve obviamente uma subida acentuada das compras online e parece-nos que veio para ficar. Assim identificamos oito tendências para o e-Commerce em 2021.

Tendências e-Commerce consumidores

Há uma maior preocupação por parte dos consumidores com a sustentabilidade e é exigido às empresas que se assumam como sustentáveis e assim trabalhem para reduzir a sua pegada de carbono.

Surgiram lojas de restaurantes que chegam diretamente ao consumidor, fazendo com que a sua experiência de compra seja mais direta e simples. Assim muitos serviços de entrega de comida deixam de ser utilizados e os restaurantes criam aplicações próprias para chegar ao seu público-alvo.

Cada vez mais são utilizadas estratégias de personalização, automação e retenção de clientes. Com este investimento em estratégias de marketing as empresas conseguem manter e proporcionar aos seus clientes um serviço mais personalizado.

Os assistentes de voz são, também, uma tendência para o ano de 2021. Os consumidores começam a valorizar as ferramentas de pesquisa de voz e muitas plataformas começam a integrá-las nos seus serviços. 

As redes sociais chegaram para modernizar e reinventar a experiência de compra. Ao longo deste último ano, muitas marcas passaram a usar as redes sociais para vender os seus produtos. O social shopping fica assim marcado como uma ferramenta essencial para as empresas que apostam em e-Commerce.

As Estratégias omnicanal vão ser cada vez mais eficazes para atrair e fidelizar clientes. As empresas devem fazer essa mudança e proporcionar ao seu público-alvo uma boa experiência compra em todos os canais em que está presente.

Outra tendência são as entregas eficazes. A PIS define entregas eficazes como entregas que são rápidas, grátis e flexíveis. O comprador online, ou e-buyer exige entregas em que pode confiar. Tem de haver um nível de previsibilidade muito alto e várias opções de entregas, para que deste modo o cliente possa escolher qual se adapta melhor ao seu estilo de vida. 

Por fim, temos a implementação do Business Intelligence para que as marcas consigam usufruir dos avanços da tecnologias e assim criarem oportunidades de negócio. Este conjunto de métodos, processos  e instrumentos tecnológicos são capazes de converter e cruzar informações para que se consiga arranjar soluções para os consumidores.

%d bloggers like this: